(15) 3527-1749 - fax: (15) 3527-1749
9 de Agosto de 2018

MDS promove oficina sobre Perdas e Desperdício de Alimentos no Brasil

Evento em Brasília reúne pesquisadores e representantes de órgãos que atuam na área

Brasília - Desenvolver pesquisas e buscar soluções para diminuir as perdas e desperdícios de alimentos no Brasil. Esse foi o tema da oficina organizada pela Câmara Interministerial de Segurança Alimentar e Nutricional (Caisan) do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), nesta quinta-feira (9), em Brasília. O evento reuniu pesquisadores da área e representantes de órgãos que atuam no combate ao desperdício de alimentos. 

O MDS criou a Estratégia de Prevenção de Perdas e Desperdícios no Brasil, que elabora políticas públicas com foco em infraestrutura e da logística, desde a produção e armazenamento até o consumo dos alimentos. 

Para a diretora do Departamento de Estruturação e Integração dos Sistemas Públicos Agroalimentares, Patrícia Gentil, o encontro promove a discussão de metodologias para identificar e combater as perdas e desperdícios de alimentos no Brasil. “O tema é muito importante para o MDS porque dialoga com a segurança alimentar e nutricional, tanto na perspectiva de acesso aos alimentos quanto na de alimentação saudável. Vai para além da discussão do meio ambiente, vai também para questão de dar às pessoas o acesso aos alimentos”, explica.  

Desafios - Muitos alimentos são perdidos na cadeia de produção, como no escoamento da safra até ao consumidor final, por exemplo. Para o analista da secretaria de inovação da Embrapa, Gustavo Porpino, esse é um dos principais desafios a serem combatidos. “Os circuitos no Brasil são muito longos e temos que pensar em soluções que ataquem os problemas das perdas no início da cadeia, derivadas da deficiência de infraestrutura. Também devemos pensar no desperdício no final da cadeia, na etapa do consumo familiar”. 

A oficina sobre causas e quantificação de perdas e desperdícios de alimentos no Brasil segue até esta sexta-feira (10). 

Saiba Mais: 

A Câmara Interministerial de Segurança Alimentar e Nutricional é uma instância governamental responsável pela coordenação e pelo monitoramento intersetorial das políticas públicas, na esfera federal, relacionadas à segurança alimentar e nutricional, ao combate à fome, e à garantia do Direito Humano à Alimentação Adequada. Reúne representantes de 20 ministérios e secretarias especiais.