(15) 3527-1749 - fax: (15) 3527-1749
27 de Março de 2017

COMUNICADO DA CNAL - CFMV (CARNE FRACA)

A Comissão Nacional de Alimentos do CFMV publicou uma nota sobre a operação "Carne Fraca"

A operação “Carne Fraca” foi válida por ter apurado irregularidades entre empresas e fiscalização, possuindo o mérito de ter chamado a atenção dos consumidores sobre a qualidade dos alimentos. No entanto, por se tratar de ação sigilosa, acabou divulgando aspectos técnicos de forma equivocada e generalizada, causando pânico na população brasileira.
Ocorre que os principais pontos que foram trazidos a público não poderiam ter representado risco à saúde do consumidor, até porque seria inadmissível assumir que a Polícia Federal, investigando por dois anos, sabendo de eventuais perigos veiculados nos alimentos, ficasse estática aguardando que o pior acontecesse.
Isto prova, sem sombra de dúvida, que os alimentos produzidos eram, são, e deverão continuar sendo inspecionados pelo Serviço de Inspeção Federal (SIF), que vem garantindo o adequado e rigoroso cumprimento da legislação federal que trata com muita propriedade do tema.
No Brasil o verdadeiro problema é o mercado clandestino e sem inspeção, impulsionado pela permissividade de muitas pessoas que adquirem carnes e outros alimentos de origem animal sem inspeção, ou seja, sem nenhum controle sanitário, podendo comprometer gravemente a saúde das famílias que tem este procedimento ou hábito.
Os médicos veterinários brasileiros vêm por mais de um século trabalhando diuturnamente para garantir um alimento seguro tanto para o mercado interno, como para o mercado internacional. Neste aspecto, quase 150 países têm depositado confiança no Serviço Federal, a tal ponto que compram diferentes tipos de produtos de origem animal, em especial as carnes, por saber da lisura e da responsabilidade que os próprios países atestam quando enviam suas missões técnicas para validarem os procedimentos adotados nas fábricas exportadoras brasileiras.
Não há o que temer quando o consumidor adquire um produto com a identificação da inspeção pelo SIF ou outro Serviço de Inspeção Estadual ou Municipal, pois lá estará o médico veterinário cumprindo a sua missão de contribuir para a prevenção de doenças, retirando do comércio os alimentos provenientes de animais doentes ou de manipulação ou processamento que prejudiquem ou comprometam a segurança destes produtos.
Alimento inspecionado, neste você pode confiar.

Comissão Nacional de Alimentos
Conselho Federal de Medicina Veterinária
CNAL / CFMV

PRESS RELEASE OF THE NATIONAL FOOD COMMISSION - NATIONAL COUNCIL OF VETERINARY MEDICINE (OPERATION WEAK MEAT)

The “Weak Meat” Operation conducted by the Brazilian Federal Police was worthy-valid for uncovering irregularities between private companies and public inspection, earning the deserved credit for catching the attention of consumers on food quality control. However, due to its undisclosed investigation, technical aspects were publicized in an equivocated and superficial manner, causing panic on Brazilian consumers.
Actually, the main points released to general public could not post real threats to consumer’s health. Otherwise, we would assume that the Federal Police, investigating over two years and aware of eventual risks transmitted by these food products, have remained static and awaiting the worst to happen. 
The secret investigation has assured itself, without a shadow of doubt, that food products were, are and will be appropriately inspected by the Federal Inspection Service (SIF), which have been insuring the adequate and rigorous enforcement of federal legislation on inspection of animal products.
In Brazil, the true historic problem has been the meat clandestine market, propelled by the permissiveness of several people who purchase meat and other animal products with no veterinary inspection, in other words, with no sanitary control and severely compromising the health status of families under such alimentary habits. 
Brazilian professionals of veterinary medicine have been non-stop working day-and-night for more than a century to insure animal food safety for the home market as well as for exportation. In such scenario, almost 150 countries have been trusting on the Brazilian Federal Inspection Service, continuously acquiring different animal products, specially livestock meat. Trustworthy on such responsibility may be clearly confirmed by importer countries themselves, when sending technical missions for validating the procedures applied on Brazilian export factories.
In summary, consumers should have no fear when purchasing animal products with the inspection guarantee by the SIF or other State or City Inspection. Veterinarians will be there performing their mission of providing food safety and preventing diseases, removing from the market the products of sick animals or under non-adequate handling or processing, which may impair or compromise the safety of such products. 
 Inspected animal product, you can trust.

National Food Commission
Federal Council of Veterinary Medicine
CNAL / CFMV