(15) 3527-1749 - fax: (15) 3527-1749
21 de Junho de 2017

Brasil é 1º país a criar metas para a Década de Ação em Nutrição

Dos 194 países participantes da 70ª reunião da Assembleia Mundial da Saúde da Organização das Nações Unidas realizada em maio, em Genebra, Suíça, o Brasil foi o primeiro a estabelecer metas específicas para a Década de Ação em Nutrição

Lançada em 2016, que entre outros aspectos busca assegurar o acesso universal a dietas mais saudáveis e sustentáveis para todas as pessoas.

O compromisso foi firmado pelo ministro da Saúde, Ricardo Barros e estabelece três metas de nutrição que devem ser atingidas até 2019. As metas assumidas são relacionadas à obesidade e hábitos alimentares dos brasileiros.

A primeira pretende deter o crescimento da obesidade na população adulta por meio de políticas de saúde e segurança alimentar e nutricional. A segunda pretende reduzir o consumo regular de refrigerante e suco artificial em, pelo menos, 30% na população adulta. Na terceira meta, o país se compromete a ampliar o percentual de adultos que consomem frutas e hortaliças regularmente em, no mínimo, 17,8%.

O ministro Ricardo Barros assegura que serão criadas políticas públicas específicas, como reduções fiscais e subsídios para reduzir o preço dos alimentos frescos, criação de linhas de crédito aos agricultores familiares e destinação de recursos para que as famílias de baixa renda possam comprar produtos frescos.

Outro ponto do acordo prevê o fornecimento de refeições saudáveis e educação nutricional para crianças em escolas públicas, além de aumentar a aquisição de produtos de agricultores familiares.

Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) atualmente, as doenças não transmissíveis são a causa de mais de 70% das mortes no Brasil. Sobrepeso e obesidade são os principais fatores de risco para doenças não transmissíveis, como doenças cardíacas, acidente vascular cerebral, diabetes e alguns tipos de câncer.

Fonte: Alimentação em Foco