Ficha de Inscrição

Impactos do controle inadequado de pragas para a indústria de alimentos

Data: 26 e 27/08/2017 – das 9 às 17:30 horas

Para perseverar no mercado de alimentos é essencial uma gestão integrada de qualidade, maximizando recursos e minimizando perdas, resultando em produtos sanitariamente seguros. O Controle Adequado de Pragas é ferramenta essencial para alcançar esses resultados.


Temas a serem abordados:
 

Impactos do controle inadequado de pragas.
Controle de pragas com base em 5S-GMP / AIB / BRC / FSSC.
Técnicas de inspeção e auditorias para o controle de pragas.                
Debates acerca da legislação sobre pragas.
Interpretando e discutindo relatórios e documentos sobre pragas.
Treinamento de colaboradores.
Visão sanitária: ANVISA e SIF-DIPOA.
Pragas e a posição da Vigilância Sanitária
 

Programação:

26/08:
Segurança do alimento produzido e os impactos do controle inadequado de pragas.
As bases do controle em ambiente: Food Safety em tempos de Food Defense.
J. C. Giordano –  JCG  Assessoria em Higiene e Qualidade.
Técnicas de inspeção e auditorias em controle de pragas.
Armadilhas luminosas adesivas – aplicações.
J. C. Giordano – JCG  Assessoria em  Higiene e Qualidade.
Interpretando relatórios e documentações sobre pragas.
Uma discussão técnica: “A prática na prática das pragas”.
Dário Cunha –  Ecomax Controle de Pragas.
O controle integrado de pragas, sob o olhar das Vigilâncias Sanitárias, e a RDC 52.
Apoio da legislação específica para o controle de pragas: a importância do serviço de qualidade
Andrea Barbosa Boanova – Coordenação de Vigilância em Saúde/COVISA, Município de São Paulo.

27/08:
Manuais de controle de pragas / treinamento de pessoal em padrões AIB / BRC / FSSC.
Recursos eficazes em controle de pombos.
J. C. Giordano  –  JCG  Assessoria em Higiene e Qualidade.
Impactos e prejuízos causados por pragas em instalações.
Edson Minamioka – Brasil Florestal Consultoria
Interpretando o valor da microscopia alimentar para o segurança dos alimentos
Maria Aparecida M. Marciano - Instituto Adolfo Lutz, São Paulo
Técnicas de contagem de fragmentos de insetos em alimentos. Biossegurança e interpretação dos resultados.

Augusta Mendes – Instituto Adolfo Lutz, São Paulo.
Pragas e a visão SIF-DIPOA (Serviço de Inspeção Federal – Departamento de Inspeção de Produtos de Origem animal do MAPA).

Ricardo Moreira Calil  –  Fiscal Federal Agropecuário do MAPA, São Paulo; FMU, São Paulo.
VBisão de futuro: A produção intensiva de alimentos: nutritivos, seguros, justos, éticos, sem agressões ao meio ambiente e aos animais.


José Cézar Panetta  –  Revista Higiene Alimentar; FMVZ-USP.

Data: 26 e 27/08/2017 – das 9 às 17:30 horas

Local : Espaço Higiene Alimentar - Rua das Gardênias, 36, Bairro Mirandópolis, São Paulo - SP
Investimento: R$ 250,00

Preços especiais para grupos empresariais
Carga horária: 14 horas

Vagas limitadas!!!

Publico alvo: gestores de sistemas de higiene e controle integrado de pragas urbanas

Inscrições:

Fones: (11) 5589.5732 / (15) 3527.1749;
consultoria@higienealimentar.com.br
www.higienealimentar.com.br