(15) 3527-1749 - fax: (15) 3527-1749

Marketing de alimentos: os desafios para informar o consumidor.

Os departamentos de marketing das empresas de alimentos enfrentam, atualmente, um consumidor mais informado sobre nutrição e, portanto, mais exigente. Devem responder, também, à legislação, que condiciona cada vez mais os critérios puramentemercadológicos

R$ 50,00
Detalhes da Edição

Rev Hig Alimentar, v.24, n.186/187, Julho/Agosto de 2010.

EDITORIAL
3   Propaganda de alimentos: educar ou tutelar?

10  CARTAS

12  AGENDA

ARTIGOS
14  Alerta ao desperdício alimentar em uma unidade de alimentação e nutrição.
19  Desperdício de alimentos em unidades de alimentação e nutrição: a contribuição do resto-ingestão e da sobra.
25  Aceitabilidade de preparações produzidas com doações de alimentos perecíveis em hospital psiquiátrico da cidade de Porto Alegre, RS.
30  Avaliação da aceitação de leite de cabra com adição de sabores.
35  Estudo nutricional de sorvete à base de iogurte com probiótico.
40  Caracterização físico-química e análise sensorial de queijo de coalho produzido no Rio Grande do Norte.
46  Qualidade físico-química e microbiológica de amostras comerciais de cream cheese e queijo processado, obtidas no comércio de Porto Alegre, RS.
50  Qualidade microbiológica de duas marcas de leite pasteurizado tipo c comercializadas no município de Quixeramobim, CE.
54  Relato de surto de toxinfecção alimentar provocada por Bacillus cereus : uma investigação bem sucedida.
60  Análise dos riscos de contaminação em restaurantes self-service na cidade de Taubaté, SP.
64  Avaliação das condições higiênico-sanitárias dos açougues de Pires do Rio, GO.
69  Avaliação microbiológica de alface e água de irrigação das Hortas do Projeto Verde – SESC/ MS.
75  Qualidade de águas minerais comercializadas no município de Pelotas, RS.
79  Perfil dos sistemas de qualidade de empresas de panificação do município de Caxias do Sul, RS.
84  Treinamento para manipuladores de alimentos como garantia de adoção das boas práticas na produção de alimentos.
90  Validação de método para manutenção da cadeia e frio na distribuição de refeição light congelada.
99  Uso de forno de micro-ondas doméstico para otimizar desidratação de cogumelo Shiitake.
103 Alteração da qualidade de óleos no processo de fritura.
109 Avaliação da qualidade de peixe comercializado em Imperatriz, MA.

PESQUISAS
116 Diversidade na ocorrência de aeromonas spp. em tilápias cultivadas em três diferentes pisciculturas do estado do Rio de Janeiro.
121 Avaliação microbiológica de sardinhas descabeçadas e evisceradas oriundas de feiras-livres e peixarias do bairro da Pavuna-RJ.
126 Avaliação da qualidade microbiológica de salames artesanais e implantação de boas práticas de fabricação em uma mini-indústria.
132 Características físico-químicas da carne de ovinos de descarte.
136 Sorologia de escherichia coli isoladas de linguiça frescal.
142 Identificação sorologica de cepas de escherichia coli enteropatogênicas isoladas de alfaces (lactuca sativa) cultivadas em sistema convencional e hidroponia.
148 Avaliação microbiológica da água de abastecimento utilizada em cozinhas de entidades sociais de São José do Rio Preto – SP.
153 Parâmetros de qualidade físico-químicos de polpas congeladas de frutas tropicais.
158 Avaliação física, química e sensorial de aguardentes de abacaxi, cana-de-açúcar e mexerica ponkan.
161 Avaliação dos parâmetros físico-químicos determinados nos certificados oficiais de análise das polpas de frutas, com padrões de identidade e qualidade.
168 Enriquecimento secundário, a frio e microaerofilia: ferramentas auxiliares na detecção de listeria em alimentos.
175 Verificação e uso da rotulagem nutricional por consumidores de Natal, RN: um estudo piloto.

 

LEGISLAÇÃO.
182 ANÁLISE DA ROTULAGEM DE CHOCOLATES QUANTO À PRESENÇA DE GLÚTEN.
187 COMÉRCIO VAREJISTA DE ALIMENTOS NO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO: A EVOLUÇÃO DA LEGISLAÇÃO SANITÁRIA.

SÍNTESE
193 INFORMAÇÃO NUTRICIONAL DESTINADA AO CONSUMIDOR DE ALIMENTOS: CASOS DA EMBALAGENS DE ALIMENTOS.

198 NOTÍCIAS