(15) 3527-1749 - fax: (15) 3527-1749

Farinhas e grãos armazenados: a defesa contra os insetos.

Os insetos estão entre as pragas que mais prejuizos causam em grãos e farinhas armazenados, para os quais há necessidade de repensar os processos de defesa, visando os procedimentos de manejo integrados e valorizando os métodos físicos e biológicos.

R$ 60,00
Detalhes da Edição

Rev Hig Alimentar, v.26, n.208/209, Maio/Junho de 2012

EDITORIAL
3  Proteção dos alimentos: a interconexão entre segurança, defesa e qualidade.

13 CARTAS

17 AGENDA

COMENTÁRIO
22 Benefícios e empecilhos ao consumo de alimentos orgânicos.

27 Análises de sulfitos em alimentos: o método padrão Monier-Williams é a melhor alternativa?


ARTIGOS

30 Avaliação do fator de correção de frutas e hortaliças, preparadas em duas unidades de alimentação e nutrição institucionais, na Bahia.

35 Programa de formação para manipuladores de alimentos, em UANs de escolas atendidas pelo PNAE.

42 A gestão da segurança dos alimentos em restaurante comercial.

47 Boas práticas de fabricação em abatedouros de aves fiscalizados pelo Serviço de Inspeção Municipal de Uberlândia, MG.

53 Importância das boas práticas de fabricação para o controle da brucelose, em trabalhadores de um matadouro-frigorífico.

58 O controle dos principais insetos-pragas que afetam farinhas e grãos armazenados e a segurança alimentar: uma revisão.

62 Boas práticas de fabricação no setor de panificação de uma unidade de alimentação e nutrição militar da cidade de Belém, PA.

68 Aceitação de Quefir de leite integral, saborizado e de extrato de soja, fermentados por 24 horas.

74 Iogurte à base de leite de cabra sabor cajá, adoçado com açúcar e com diferentes concentrações de mel.

79 Avaliação do teor de gordura em leite UHT desnatado comercializado em Maceió, AL.

84 Propriedades funcionais e efeitos biológicos dos prebióticos.

92 Vinhos tintos da região do vale do submédio do São Francisco: uma promessa em polifenóis.

96 Qualidade microbiológica de água mineral comercializada nas cidades de Goiânia e Anápolis, GO.

101 Qualidade microbiológica da carne moída comercializada na cidade de Cariacica, ES.

106 Salmonella sp. e coliformes fecais em carne crua temperada.

111 Avaliação microbiológica e parasitológica de carne de caranguejo comercializada em São Luís, MA.


PESQUISA

120 Aspectos parasitológicos do pescado comercializado na costa da mata atlântica.

125 Avaliação sensorial de filés do camarão marinho (Litopenaeus vannameii) liofilizados.

132 Influência de diferentes pré-tratamentos sobre a qualidade de banana nanica desidratada.

138 Teor de cloro ativo em sanitizantes utilizados para higienização de hortifrutis, em restaurantes comerciais de Montes Claros, MG.

145 Qualidade microbiológica da água de escolas públicas do município de Rosário, MA.

150 Qualidade microbiológica e físico-química de leite humano, processado no banco de leite humano de Bauru, SP.

156 Perfil de sensibilidade antimicrobiana de cepas de Escherichia coli, Klebsiella pneumoniae e Enterobacter aerogenes, isoladas de carne de frango.

162 Pesquisa de Salmonella spp. em abatedouros avícolas.

169 Perfil lipídico de ratos Wistar submetidos à alimentação suplementada com ovo.

174 Características físico-químicas e sensoriais de hambúrgueres adicionados de linhaça dourada.

180 Variação das concentrações de nitrato e nitrito em linguiça frescal adicionada de diferentes concentrações de eritorbato de sódio.

187 Determinação de metais em hortaliças.

194 Caracterização físico-química de aguardentes de mandioca (tiquira), oriundas dos municípios de Barreirinhas e Urbano Santos, MA.

199 Identidade e qualidade do mel produzido e comercializado no estado do Rio Grande do Sul.

207 Estudo comparativo de técnicas para determinação de umidade em alimentos.


DESTAQUE
212 Carne moída homogeneizada: especificações para sua produção e qualidade microbiológica.


LEGISLAÇÃO
220 O mercado contemporâneo de carnes embaladas e o significado das informações obrigatórias de rotulagem.

227 Programa nacional de controle higienicossanitário de moluscos bivalves. Instrução normativa interministerial n. 07, de 08 de maio de 2012.


SÍNTESE
228 Avaliação de alguns parâmetros de importância no descongelamento de carne sob temperatura ambiente.


235 AVANÇOS TECNOLÓGICOS EM PRODUTOS E SERVIÇOS.

238 NOTÍCIAS