(15) 3527-1749 - fax: (15) 3527-1749

Capacitação do pescador: estratégia para a qualificação do pescado.

Treinar os pescadores, entender sua realidade e seus esforços no setor, são fatores básicos para a gestão de novas habilidades que levam, certamente, para o alcance da qualidade.

R$ 60,00
Detalhes da Edição

Rev Hig Alimentar, v.26, n.204/205, Janeiro/Fevereiro de 2012

 

EDITORIAL

03 A ferida que não fecha

 

12 CARTAS

 

14 AGENDA

 

COMENTÁRIO
16 Docentes de pós-graduação: grupo de risco de doenças cardiovasculares.
17 Cientistas recomendam o controle de açucar.


ARTIGO


18 Avaliação do impacto da capacitação de manipuladores de alimentos no âmbito domiciliar.


24 O conhecimento de manipuladores de alimentos sobre higiene: um estudo de caso.


29 Cálculo de per capita do almoço em unidade de alimentação do Município de Patos de Minas, MG.


33 Gestão financeira de uma unidade de alimentação e nutrição do tipo self-service e bufê livre de Florianópolis, SC.


41 Condições de funcionamento das cozinhas de escolas estaduais de São Luís, MA.


45 Perfil higiênico-sanitário das panificadoras dos grandes supermercados da cidade de Anápolis, GO.


51 Avaliação higiênico-sanitária de um entreposto de mel em São João de Pirabas, PA.


56 Ações de inspeções sanitárias na área de alimentos da vigilância sanitária do Distrito Sanitário V, Recife, PE.


61 Quiosques de praia: um problema de saúde pública.


66 Influência da atmosfera modificada sobre a microbiota presente em produtos de origem animal: uma revisão.


73 Aspectos microbiológicos de ovos para consumo.


78 Produção e qualidade do suco de laranja industrializado.


85 Determinação da acidez de polpas de frutas consumidas no município de Imperatriz, MA.


91 Determinação da acidez nos períodos de 6, 12, 18 e 24 horas de incubação dos grãos de kefir em leite.


95 Características de portadores de diabetes mellitus da associação de diabéticos de Santa Maria, RS.

 

 

PESQUISAS


103 Efeito de diferentes tipos de óleos sobre a aceitabilidade de batatas fritas tipo chips.


110 Desenvolvimento de almôndega e quibe de pescado, como alternativa para merenda escolar em Itaipulândia, PR.


116 Qualidade microbiológica de peixes e frutos do mar comercializados em Botucatu, SP.


121 Perfil microbiológico de carnes bovinas in natura comercializadas em feiras livres.


126 Qualidade microbiológica da carne de frango comercializada no município de Ponta Grossa, PR.


132 Ocorrência de Salmonella sp em cortes de frango e suscetibilidade aos antimicrobianos utilizados na terapia humana.


138 Avaliação sorológica de Toxoplasma gondii, em ovinos criados em dois municípios do Nordeste paraense e considerações relativas ao consumo humano de produtos e subprodutos dessa espécie.


147 Potencial antagônico de levedura sobre fitopatógenos micotoxigênicos em frutas.


152 Perfil físico-químico do leite caprino em natureza produzido no semi-árido de Sergipe.


157 Condições higiênico-sanitárias do queijo tipo coalho comercializado na feira livre do município de Vitória de Santo Antão, PE.


164 Perfil microbiológico do sorvete consumido em Campo Grande, MS.


168 Comparação da vida de prateleira do mel de abelhas melipona fasciculata sem tratamento, pasteurizado e desumidificado.


174 A busca da qualidade em barcos pesqueiros, através da capacitação do pescador.

 


LEGISLAÇÃO


182 Consumo de queijos petit suisse por crianças: aspectos sobre rotulagem, conservação e propaganda.


188 Avaliação da rotulagem em conservas de champignon produzidas na região metropolitana de Curitiba - PR.

 


195 AVANÇOS TECNOLÓGICOS EM PRODUTOS E SERVIÇOS.

 


198 NOTÍCIAS